Comitês em Ação

Roda de conversa: Quem Decide Sobre a Cidade?

Evento discutiu como as decisões sobre a cidade são tomadas

As decisões que afetam o cotidiano da cidade são tomadas por instituições que nem sempre ouvem a opinião da população. As leis e a forma como o dinheiro arrecadado com os impostos é investido não são feitas de forma democrática, e os poucos locais nos quais a sociedade civil tem participação, como os conselhos municipais, não funcionam como deveriam. Criar novas formas de envolvimento da comunidade nestas decisões foi a conclusão que os mais de cem líderes comunitários presentes da roda de conversa ‘Quem decide sobre a cidade’ chegaram.

O encontro ocorreu na terça, 21 de agosto, na Ação da Cidadania. Com frequência mensal, a roda de conversa reúne lideranças que fazem parte da rede da Ação e a sociedade civil interessada em debater questões ligadas à cidadania, educação, saúde, direitos humanos entre outros temas que tenham impacto na qualidade de vida das pessoas e do país.

Depois de receberem informações sobre a audiência pública ‘Cais do Valongo, Patrimônio Cultural da Humanidade: o que foi feito?’, que aconteceu no Ministério Público Federal no dia 8 de agosto e que teve como uma das pautas a ocupação do prédio Docas Dom Pedro II, onde funciona a sede da Ação da Cidadania desde o ano 2000, o público se dividiu em pequenas rodas para discutir o processo decisório da cidade.

São poucas as ocasiões nas quais a população é chamada para participar. Eleições a cada dois anos não são suficientes, é preciso criar canais nos quais qualquer cidadão possa, a qualquer momento, contribuir nas decisões sobre os investimentos da cidade, saúde, educação e qualquer outro assunto que impacte a comunidade.

Cada grupo colocou o resultado de suas discussões em um cartaz, que foi lido para os demais, apontando certa união nas ideias debatidas.

Ao final do encontro, Wesley Teixeira, jovem de 23 anos integrante do Coletivo Rua, Pré-vestibular +Nós e Voz da Baixada, contou sua experiência com o Movimenta Caxias, rede de moradores de Duque de Caxias, que há muito tempo é governado pelas mesmas famílias, que se reúnem para refletir sobre a cidade e como torna-la melhor para se viver, propondo soluções para seus problemas. O Movimenta também aglutina as diversas iniciativas e plataformas em atuação no município com propostas em comum, avançando no diálogo com a população e fortalecendo a identidade da Baixada Fluminense.

Notícia publicada em 21.08.2018